Inter(roga)ções


É o que essa distância impingida? Margem de segurança para´suas inseguranças?
E esse silêncio ululante, caverna sem vida, mina de ouro abandonad´exaurida, esponja voraz de meus chamamentos e ecos?
O que, por Deus, é essa impressão de que nada de excepcional aconteceu? Quinquenal determinação de cúpula trotskista, ostracismo grego ou frisos egípcios da última dinastia religiosamente lixados por um novo Ptolomeu?
Que nova ordem se prenuncia, discreta brisa fria do Norte, enregelando devagar o pasto, paulatinamente amontoando geleira?
Que nuvem escura é essa?
Existe alguma outra maneira…?
O que houve?
Por que?
Por que?
Por que?…
Anúncios

6 Responses to Inter(roga)ções

  1. Sentimental disse:

    q seja para a segurança de todos…
    mas resposta mesmo não há! é fato.

  2. Sentimental disse:

    quando um não quer, dois não sofrem!
    [pelo menos aqui é assim]

  3. Sentimental disse:

    eu também não tinha…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: