Bipolaridade


Ontem a poesia era bem mais fácil, havia um incrível campo carpeteado de tulipas para se correr e o sol brilhava com a força e a intensidade cromática de uma alegria genuína rediviva.
Hoje a púmice ácida fende a pele. O fôlego, ressecado, arfa cansado e choroso na tentativa de se evadir em dezesseis mil passos de uma atmosfera infernal de irrealização, deitando no caminho rastro para estas culpas sapadoras.

Anúncios

One Response to Bipolaridade

  1. Sentimental disse:

    a vida é isso, cheia de altos e baixos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: