Sabores

30/12/2010

Vento me trouxe teus odores
E – dentre tantos milimaginados sabores –
Esse maldito gosto na boca de nunca mais.
Anúncios

Haicai expectorante para 2011

29/12/2010

Desejo de 2010 seu total inverso:
Teu amor incondicional, puro, sosso.
Curto e grosso.


Barba, Cabelo e Bigode

16/12/2010

Impedido de seguir,
Admoestado por sentir,
Proibido de te ver.
Primeiro, ignorado;
Segundo, negado;
Terceiro, esquecido;
Quarto e quinto, morto e enterrado,
Assim vou aduband´ao pé da lápide flores postas a enfeitar.

Mas na escuridão dest´ ataúde,
No silêncio morno destas sombras,
Zumbi,
´Inda arfo devagarinho desse teu ar.


Suposições Existenciais

13/12/2010

Já pensou que toda nuvem por mais diferente que seja tem uma explicação precisa?
Já se pegou perguntando porque há beleza no caos?
Se a vida for uma só, não será o amor mais raro do que ouro?
Verbos falados e escritos não são apenas meras intenções?
Em vez de Sua criação, não terá a mente criado Deus?
Boas respostas não dependem sempre de boas perguntas?
Joaninhas não deviam voar. Mas isso é uma opinião. E pessoal.

 


Lógica do Amor

08/12/2010

Se amor é sentimento
E se a dor que sinto é real
Então esse amor coreografa armado de florete, sabre e punhal. 

Se amor é conhecimento
E se hoje te desconheço,
Então não te amo mais como no começo. 

Se amor é resposta
E minha janela range em brisa fria,
Então eu não ouço de você exatamente o que eu queria. 

Se amor é liberdade
E se eu quero por ti continuar sedento,
Então essa dor é chave, tu carcereira e eu
Detento. 

(Expirado depois de ouvir mais uma vez “Love”, de John Lennon)


Manual

06/12/2010

Sem esperança nem graça,
Sem sorriso e sem sono.
É assim que hoje – te esperando – eu funciono.
 


Haicai

01/12/2010


Alma e olhos vidrados, circunspectos
Imersos nessa espera mirando o porvir:
Quietos. Como telas roubadas de Vermeer.